Popularizar a certificação digital é a missão, diz ICP-Brasil

Luiz Queiroz, de Brasília
 
 

 Sérgio Amadeu da Silveira é o novo presidente da ICP-Brasil. Na sua
 gestão, decisões importantes terão que ser agilizadas. Mas, na
 prática, o executivo já traçou uma diretriz: estabelecer um diálogo
 permanente com todas as partes envolvidas no processo. O mais
 importante, frisou em entrevista exclusiva ao CW Online, é popularizar
 o uso da certificação digital em todo o País. 

Qual o principal objetivo do senhor à frente do ITI ?

Sérgio Amadeu - Estou chegando e tive um excelente contato com o presidente anterior (Otávio
Cunha) . Conseguimos comprovar todo o esforço que foi feito em função da certificação digital que
é vital não só para o comércio eletrônico, mas também para a modernização administrativa do
País. Pretendo ser um divulgador da importância de colocar serviços na rede. E isso é uma
necessidade da cidadania.

As pessoas precisam saber que existe a possibilidade de darmos a assinatura digital. Que este é
um passo para garantir a segurança e conferir seriedade às transações. Então, acho que os
nossos próximos passos são: terminar a implantação desse processo dentro do governo; divulgar
para o conjunto do Estado e para a Administração pública brasileira a importância da certificação
digital como um caminho ideal para colocar os processos à disposição do cidadão.

Outra ação será a de chamar as universidades e as empresas do Governo para discutir
efetivamente o modelo de certificação digital. Mais do que isso: queremos aperfeiçoá-lo. Abrir o
debate com a sociedade é um passo também a ser dado. A discussão é fundamental
principalmente quando envolve o conhecimento acumulado nas universidades brasileiras.

Reconhecemos iniciativas como a da OAB ( Organização dos Advogados do Brasil ) de São Paulo e
outras semelhantes que estão surgindo no País. Elas são importantes e a intenção é trazê-los
para o âmbito da ICP-Brasil para darmos credibilidade à certificação.


Linux terá certificado da ICP-Brasil 

                                                Entrevista do Prof. Sergio Amadeo Presidente do ITI