Exibido na GloboNews (Tv a cabo canal 40) reportagem sobre a certificação digital, dia 29 de dezembro 21:30


 
 
    Por dentro da certificação digital

A internet está, sem sombra de dúvida, cada vez mais presente na vida das pessoas. O correio eletrônico – os e-mails – e o comércio digital mostram que o computador está substituindo em uma proporção cada vez maior as cartas e as idas ao supermercado. A grande questão ainda é: como tornar as transações via internet realmente seguras e confiáveis? Como evitar a ação de hackers, que podem desviar dinheiro de contas bancárias e adulterar documentos?
A certificação digital é a resposta. Com essa tecnologia vai ser possível dar prosseguimento a processos judiciais através da internet e, evitar a impressão de documentos em papel, como certidão de nascimento, de casamento, de óbito, carteira de identidade e CPF, tendo os mesmos no meio eletrônico. O governo brasileiro definiu meios e regras técnicas para habilitar instituições públicas e entidades privadas que pretendam atuar na validação jurídica de documentos produzidos, transmitidos ou obtidos sob a forma eletrônica. A medida provisória 2.200-2 é a base legal que regulamenta este assunto.
Com essas regras, já é possível evitar que e-mails sejam enviados em nome de outra pessoa, com objetivos escusos ou ilícitos. A Infra-estrutura de Chaves Públicas (ICP-Brasil) é o órgão regulamentador oficial do governo , que garante a integridade e a validade jurídica de documentos em forma eletrônica, das aplicações de suporte e das aplicações habilitadas que utilizem certificados digitais, bem como a realização de transações eletrônicas seguras. Conheça a certificação digital no Espaço Aberto Ciência e Tecnologia.