Certificação digital demandará adaptação de milhares de contabilistas
 
     Conselho Federal de Contabilidade prepara um projeto de apoio aos profissionais da área  Publicado em: 25/08/2005

É cada vez mais comum ouvir falar em certificação digital, tendência irreversível de assinatura de documentos por meio eletrônico. E, como a mudança gradual atingirá todas as empresas (afinal, a Receita Federal passará, por exemplo, a exigir a entrega de obrigações acessórias assinadas digitalmente), o impacto na contabilidade é tido como certo.

Engana-se quem acredita que a tendência é futurista. Pelo contrário, a Receita deve passar a exigir as adaptações já a partir de 2006.

A estimativa é que, nos próximos dois anos, 150 mil profissionais da contabilidade tenham que se certificar. Ao todo, 374 mil profissionais darão suas adaptações futuramente.

O que muda
Em razão da grande demanda pelos documentos novos, o Conselho Federal de Contabilidade prepara um projeto de apoio aos profissionais da área.

O sistema funcionará da seguinte forma: as carteiras de identidade dos contabilistas serão substituídas por um documento do tipo Smart Card, com chip. Assim, num único documento será possível ter dados da carteira de identidade, o comprovante de registro profissional e a Certificação Digital.

E onde está a facilidade para o profissional em meio às mudanças A resposta é simples. Os livros fiscais e contábeis, por exemplo, poderão ser armazenados eletronicamente, sem a necessidade de serem impressos, encadernados e arquivados por tanto tempo, ocupando o espaço físico dos escritórios.
 

André Lemos (assinado eletronicamente)
Diretor comercial - 2D Tecnologia
( 31 45011400       Mobile  31-87386845
( Skype : "André Lemos-2D"
*    andre@ite.net.br
:      www.ite.eti.br       www.acxsign.com.br